Você come muita pipoca? CenárioMT

Você come muita pipoca?

O consumo excessivo de diacetil, aditivo encontrado na pipoca de micro-ondas e em outros alimentos industrializados, pode causar Alzheimer, concluiu pesquisa com camundongos de laboratório divulgada nesta quarta-feira pela Universidade Brasileira de São Paulo (USP).

A relação da doença com o consumo excessivo do composto usado pela indústria alimentícia para dar sabor e aroma de manteiga a produtos como pipoca e alguns biscoitos foi confirmada por pesquisadores do Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP.

Análise do cérebro de camundongos que foram submetidos a uma dieta de pipoca de micro-ondas por 90 dias seguidos possibilitou detectar alterações nas proteínas cerebrais relacionadas ao Alzheimer, ao aparecimento da demência senil e até ao câncer, informou a USP em seu portal na internet .

“Das 48 proteínas cerebrais que avaliamos após a exposição dos animais ao produto, 46 ​​sofreram algum tipo de modificação em sua estrutura devido ao consumo prolongado do composto”, explica Lucas Ximenes, pesquisador do IQSC e coordenador do estudo.

Eles vão verificar as informações

Os responsáveis ​​pela investigação planejam realizar novos testes com um número maior de animais nas próximas semanas para verificar as conclusões e ampliar o conhecimento dos resultados já obtidos.

“Está claro que comer certos alimentos esporadicamente não é um problema. Mas, por mais que consumamos esse produto, temos menos contato com o diacetil do que os trabalhadores da indústria alimentícia que inalam o composto diariamente nas fábricas”, esclareceu Ximenes.

O composto é encontrado naturalmente em produtos como cafés, cervejas, chocolates e leite, mas suas concentrações são excessivamente maiores quando usado como conservante ou aditivo para dar sabor e aroma.

Embora o consumo de diacetil seja aprovado pelos órgãos reguladores, sua exposição prolongada pode ser prejudicial à saúde, conforme constatado em outras pesquisas.

Um estudo divulgado em 2007 pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, por exemplo, vinculou doenças pulmonares ao consumo excessivo do composto e sua inalação em fábricas que o utilizam.

Siga-nos no Facebook e Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!

You may also like...

Adblock
detector