Couve, batata-inglesa e sardinha têm maiores altas entre itens da Páscoa

Couve, batata-inglesa e sardinha têm maiores altas entre itens da Páscoa; confira números

A inflação dos itens que fazem parte da mesa dos brasileiros na Páscoa avançou 3,93% entre abril do ano passado e março de 2022, de acordo com um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O resultado ficou bem abaixo do levantamento realizado no ano anterior para a mesma cesta de produtos. Entre abril de 2020 e março de 2021, a inflação da Páscoa subiu 25,6%.

O número deste ano também está abaixo do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), apurado pela FGV, que teve alta de 9,18% no mesmo período.

O que explica uma inflação menor é a queda do preço do arroz, que recuou 12,2%. Na outra ponta, os itens que mais subiram foram couve (21,50%), batata-inglesa (18,43%), sardinha em conserva (16,44%) e azeite (15,63%).

“Em 2020/21, vivíamos uma tempestade perfeita para essa cesta especificamente. Os problemas climáticos e a forte desvalorização cambial afetavam tanto a produção nacional do campo como os importados”, explica Matheus Peçanha, economista e pesquisador do Ibre.

You may also like...

Adblock
detector