Lula; torta; causa espanto com olhos de tamanhos e cores diferentes

Lula 'torta' espanta cientistas com olhos de tamanhos e cores diferentes

Criaturas do fundo do mar geralmente fascinam as pessoas pela sua diversidade de formas e tamanhos. No entanto, uma lula avermelhada com olhos de tamanhos e cores diferentes chamou a atenção ao ser vista pelos pesquisadores nas profundezas do oceano.

A descoberta foi feita por uma equipe do MBARI (Instituto de Pesquisa do Aquário da Baía de Monterey, em tradução livre), que gravou um vídeo 4K do animal Histioteuthis heteropsis, mas popularmente conhecido como lula morango.

Relacionadas

Peixes-dourados crescem rapidamente em lagos e ameaçam ecossistema

Cientistas encontram microplásticos em sangue humano pela primeira vez

Homem acha criatura marinha curiosa em praia da Austrália: ‘Dragão Azul’

A expedição foi feita na região de Monterey Canyon, na Califórnia (EUA) de 200 a 1000 metros abaixo da superfície do oceano, um pouco além da luz solar. Os pesquisadores contaram com o suporte do veículo operado remotamente ( ROV ) Doc Ricketts , que foi capaz de capturar imagens com detalhes impressionantes do animal.

Uma criatura singular

De acordo com informações divulgadas pelo site científico Nerdist, o cefalópode vermelho foi detectado a 725 metros abaixo da superfície, uma região de águas profundas, especificamente numa zona crepuscular do oceano. A criatura também costuma migrar para a extremidade mais rasa do espectro durante a noite.

A lula morango pode crescer até cerca de cinco metros de comprimento. Ela se destaca também pelos seus dois olhos de tamanhos diferentes, um grande e um pequeno.

Segundo um porta-voz do MBARI, esse par de olhos desiguais configuram uma importante ferramenta de caça do animal. “Essa lula às vezes é chamada de lula torta pela notável diferença de tamanho entre os dois olhos”, disse.

Os especialistas do instituto também explicaram que o olho grande, localizado no lado esquerdo da cabeça, é usado para olhar para cima e detectar sombras lançadas por presas nas águas escuras. A forma tubular desse olho ajuda a capturar o máximo de luz possível e, muitas vezes, o olho possui uma lente amarela que permite enxergar através da camuflagem luminescente de sua presa.

Já o olho direito e de tamanho menor está voltado para baixo e procura por qualquer flash de bioluminescência que suas presas ou outros predadores possam produzir.

Outro fator notável do animal é a sua cor avermelhada que, de acordo com os cientistas, é um reflexo das condições do habitat.

“A comida é escassa no fundo do mar, então os animais devem desenvolver estratégias únicas para encontrá-la. Eles também devem descobrir maneiras de evitar se tornar presas. Como muitos animais do fundo do mar, a lula de morango é vermelho brilhante. A luz vermelha não chega ao fundo do mar”, explicou um porta-voz do MBARI.

E reforçou: “Nessas regiões, uma coloração carmesim realmente aparece preta e ajuda a lula a se esconder do olhar de predadores como cachalotes, golfinhos, atuns, espadartes e tubarões. Pequenos órgãos de luz chamados fotóforos também pontilham o corpo da lula para ajudar a mascarar sua silhueta dos predadores que rondam as águas abaixo”.

You may also like...

Adblock
detector