Feijoada | Receitas Brasil

Feijoada

A feijoada é um festival de sabor tradicional do sudeste do Brasil, bastante completo e rico em nutrientes.

Preparação: 2 horas

Porções: 6

Ingredientes

Preparação

  1. Coloque todas as carnes de molho na véspera, assim como o feijão.
  2. Afervente as carnes, jogar fora a água engordurada e reservar.
  3. Acrescente o feijão para cozinhar, adicionando sal e pimenta do reino.
  4. Quando o feijão estiver cozido, prepare um refogado à parte, com o toucinho defumado picado, o alho, a cebola e misture a duas conchas dos grãos de feijão, amassando bem para tomar gosto, voltando tudo para a panela.
  5. Colocar a folha de louro, e misturar o feijão com as carnes e defumados, deixando mais um pouco em fogo baixo.
  6. A feijoada pode ser servida com as carnes misturadas ao feijão, ou à parte.

Ajude-nos compartilhando esta receita ou deixando seu comentário.

Caipirinha de maracujá

Biscoito de chocolate

Mousse de maracujá

Macarrão com carne moída

Algumas notícias relacionadas a Feijoada

A Feijoada é o prato mais famoso da gastronomia brasileira, mas com alguns mitos sobre sua origem.

A Feijoada tem em sua história muita diversidade cultural, racial e com uma variada opção nos ingredientes que a acompanham. Fundamentalmente temos que entender que na época da colônia, tínhamos os escravos africanos trazidos pelos colonizadores portugueses, franceses, espanhóis entre outros, junto a eles vieram suas culturas, seus gostos, suas receitas, suas técnicas culinárias e seus ingredientes, misturando as europeias com as africanas. Juntando-se com a cultura e gastronomia nativa dos nossos índios e os ingredientes locais e suas diversas formas de consumi-los.

Bolo mousse de maracujá, uma sobremesa bem europeia com o toque brasileiro

Primeiro vamos começar pela história do bolo, que neste caso se utiliza o pão de ló, este é considerado um bolo criado por um cozinheiro italiano de Gênova, estima-se que o pão de ló tenha sido criado ao redor do ano 1700, contam que o cozinheiro genovês enviado a Espanha, em 1747 presenteou o rei da Espanha Fernando VI com um bolo bem leve, a base de farinha de trigo sem fermento com ovos e açúcar. Apresentou o pão de ló ao rei em um banquete e o nomeou “Pan di Spagna”, em homenagem a corte espanhola.

Pudim de Leite Condensado uma obra prima do Estado de Minas Gerais

O pudim de leite condensado é a sobremesa mais comum e famosa do Brasil, tem sua origem no Portugal. Dizem que o criador ou inventor desta receita seria um Abade Português, cargo superior dos monges de uma Abadia, ele manteve o segredo de sua receita até sua morte, quando foram revelados os ingredientes: açúcar, gemas, água e toucinho ou torresmo de porco.

O Pão de queijo, Minas Gerais e à Serra da Canastra Patrimônios Nacionais

O estado de Minas Gerais situado no Sudeste brasileiro, é o maior produtor de leite, queijos e derivados do pais. Abriga o segundo maior rebanho de gado. Sendo um estado rico em recursos naturais, diversidade de fauna e flora. Com a suas serras e cadeias montanhosas, ofereceram aos imigrantes da época uma beleza e riqueza únicas.

O Vatapá da África em navio até o Brasil, transformando-se em símbolo da culinária baiana e nordestina.

No século 16 em plena época da colonização europeia na américa, quando chegaram ao Brasil os europeus com os escravos africanos, trazidos em navios negreiros provenientes do golfo da Guiné, das antigamente chamadas costas dos escravos, da pimenta, do marfim e do ouro. Com os escravos vieram suas costumes e cultura culinária, um de esses pratos era o ehba-tápa, prato típico da cultura nupês e tapas, adotados pelos iorubanos. Significa pirão engrossado à maneira dos tapas, seria uma adaptação do muambo de galinha e do quitande de peixe, feitos originalmente com farinha de arroz.

You may also like...

Adblock
detector