Como fazer Panqueca? Receita de Panqueca Integral – Juro Valendo

Como fazer Panqueca? Receita de Panqueca Integral

Quer aprender como fazer panqueca? Sempre fui muito fã de massas, mas agora tive que aprender a fazer coisas mais leves e com ingredientes integrais, e acabei descobrindo que a panqueca integral é muito mais gostosa que a panqueca “normal”. Juro!

Faço uma vez na semana, em quantidade, e guardo na geladeira, separando uma da outra com aqueles plásticos “de cozinha”, sabe?

Aí uso a massa pra fazer panqueca, mas também pra fazer pizza de caçarola (mas tudo com recheio leve, tipo ricota com espinafre), e dá super certo!

Ah, a minha massa fica bem levinha, fininha e não quebra.

Como fazer panqueca

Vocês vão precisar de:

  • 1 xícara de farinha de trigo integral
  • 200 ml de leite desnatado
  • 1 ovo
  • 1 colher (das de chá) de maisena (é o que dá “liga” e não deixa a massa quebrar facilmente)
  • 1 pitada de açúcar
  • 1 Knor zero (pode trocar por um pouco de sal)

Aí é só bater tudo no liquidificador (bate bem!), e ela fica bem líquida mesmo. Aí você vai aquecer a panela antiaderente e jogar 1 fio de azeite, que será espalhado com papel toalha (o papel toalha vai “chupar” o óleo, e a ideia é essa mesmo).

Daí você joga um pouco da massa até forrar o fundo da panela (você escolhe se quer mais fina ou mais grossa) e em menos de 2 minutos você já pode virar a massa, soltando primeiro as bordas e virando com a ajuda de uma espátula.

Essa receita rende 6 panquecas das grandes ou 10 das menores, e cada uma tem, em média, 70 calorias, mas aí depende do tamanho e se você quer mais grossa ou mais fina.

Recheio

O recheio que mais uso é espinafre com ricota, e ele é facinho de fazer: refogo o espinafre picadinho com cebola e alho picados (tem medida não, o que tiver sobrando na geladeira), daí ele fica murchinho e eu misturo a ricota esfarelada. Se quiser que fique cremoso, basta misturar a ricota esfarelada com um pouco de leite, bem pouquinho mesmo, levar ao fogo por 3 minutinhos e colocar o espinafre como ensinei.

Essa pasta eu uso pra pizza integral, pro sanduba, pra macarrão, pra torrada, pra panqueca e pra qualquer outra coisa que precise de recheio.

Mas, vocês podem colocar qualquer recheio, tá?

O Molho

O molho que faço é o mais fácil da vida: fervo os tomates sem semente (quantos quiser), daí tiro a casca e bato os tomates no liquidificador com meia cebola, meio ramo de manjericão e 1 dente de alho.

O falso “molho pesto”

Depois disso, coloco essa “papa” na panela e deixo ferver. No fim coloco uma pitada de sal e é só. Fica mega gostoso, mas um pouco diferente do que estamos acostumados, sabe?

De vez em quando faço também o falso molho pesto, que é meu molho favorito na vida. Como ele é muito gordo, tirei todos os ingredientes e deixei só o manjericão e o alho, daí uso um ramo de manjericão, 1 dente de alho e bato no liquidificador com queijo cottage, que é bem mais magro que queijo pecorino, parmesão e o azeite usados na receita original.

Claro que o gosto não fica o mesmo, mas tem o “rastro” do manjericão e já me satisfaz.

É fácil, né? Eu até sei fazer uns pratos bem elaborados, mas morro de preguiça e gosto mesmo de coisa rápida e fácil!

You may also like...

Adblock
detector