Prato do dia: Risoto de Limão Siciliano – Panela da Ceci: Panela da Ceci

Prato do dia: Risoto de Limão Siciliano Prato do dia: Risoto de Limão Siciliano

Já tentei começar este texto de inúmeras maneiras, mas ainda não consegui uma palavra que descreva exatamente o que eu sinto a respeito de risoto, e muito menos a respeito deste em especial.

Como todos sabem, o risoto é uma das inúmeras delicias da cozinha italiana. Risoto significa arrozinho. Mas não seria humildade demais para essa grandeza gastronômica?

Eu fiz um salmãozinho para acompanhar mas, de verdade, esse risoto por si só é uma refeição inteira.

Cremoso, gostoso e azedinho. O que mais precisamos nessa vida?

Receita de Risoto de limão siciliano.

Ingredientes

2 xícara de fundo (caldo) de frango

3 colheres de manteiga

1 êchalote grande picadinha *

1 alho picado

1 xícara de arroz arbóreo

½ xícara de vinho branco

2 colheres de queijo parmesão ralado na hora

2 colheres de creme de leite (opcional) **

1 limão siciliano, raspas e suco.

Sal e pimenta a gosto

Em uma panela, ferva o fundo de frango e mantenha aquecido em baixa ebulição durante todo o processo.

Em um frigideira de fundo grosso, derreta 2 colheres de manteiga com um pouquinho de azeite de oliva (para evitar que a manteiga queime), refogue a cebola durante alguns minutos e depois acrescente o alho (nesta parte, tome cuidado, queremos cebolas e alhos refogados, e não dourados). Coloque o arroz e misture bem. A intenção é que cada grãozinho do arroz fique envolvido na manteiga.

Acrescente o vinho em fogo médio e misture devagar e pacientemente até que ele seja quase totalmente absorvido pelo arroz. Acrescente ½ xícara do fundo de frango e misture até que novamente todo o líquido seja absorvido. Uma dica boa é passar a colher no meio da panela. Se fizer uma ruazinha e o arroz demorar para se juntar no meio, já está na hora de acrescentar mais fundo. Continue cozinhando o arroz, repetindo o processo pacientemente, até que o arroz fique macio, mas ainda firme, como os italianos dizem: al dente.

Retire a panela do fogo e acrescente a colher de manteiga que faltava, as raspas e suco do limão, o queijo parmesão, o creme de leite, o sal e a pimenta.

Agora é só empratar e ter os seus 5 minutos de fama. Eu duvido que você não receberá inúmeros elogios da sua família e dos amigos.

Perguntas, dúvidas ou observações? É só escrever pra mim.

* Êchalote: pode perfeitamente ser substituída por qualquer outro tipo de cebola, embora ela seja a mais indicada devido ao seu sabor delicado.

** Creme de leite: Um chef italiano tradicional leria isso e nunca mais entraria no meu blog. Eles normalmente odeiam que coloque qualquer tipo de creme no risoto. Afinal, o que faz o risoto ser cremoso é o processo de cozimento, e não os ingredientes. Porém, eu aprendi com um chef francês que a maior dificuldade do risoto é evitar que ele continue o cozimento do arroz após sair do fogo, o que pode resultar em overcooking, deixando um “unidos venceremos”, em vez de ficar cremoso. Por isso, você pode usar o creme de leite. Na briga entre italianos e franceses, escolha a nacionalidade da sua preferência.

You may also like...

Adblock
detector